sexta-feira, 29 de julho de 2011

terça-feira, 19 de julho de 2011

Grupos de pais

GRUPO DE PAIS - AMARS




Participe de nosso grupo permanente de pais e cuidadores, com propósito de dividir experiências, angústias e evoluções  de seus filhos e familiares, com participação de profissionais da saúde.
Para participar, favor fazer contatos pelo e-mail grupodepaisamars@yahoo.com.br, dizendo nome, e-mail e telefone para contato
Se preferir, fazer contato pelo telefone 51-8453-1525 com Vânia.

O grupo de pais é direcionado para pais de todo o RS e de todo o Brasil e é GRATUÍTO.

Local: Rua Luiz  Cosme 333, salão de festas.
Horário: 15h30min.

Datas:
06/08/2011
24/09/2011
29/10/2011
26/11/2011


Venha participar conosco!!!

AMARS- Associação de Pais e Amigos dos Autistas do RS.

créditos da imagem: google imagens ( http://blog.opovo.com.br/cartasdetododia/renovacao-2/flor-azul-12/  )

TV AUTISMO E JORNAL AUTISMO

A AMARS ACABA DE LANÇAR A TV AUTISMO E O JORNAL AUTISMO! São dois canais de comunicação para todo o Brasil e o mundo!!! Uma iniciativa inovadora!

Notícias, artigos atualizados, reportagens e muito mais, confira e sigam nossas páginas:

TV AUTISMO
JORNAL AUTISMO


Quem quiser fazer contato para enviar matérias, divulgar eventos, vídeos, favor entrar em contato no e-mail amarsautismo@yahoo.com.br

Essa é mais uma iniciativa da AMARS- Associação de Pais e Amigos dos Autistas do RS

sábado, 9 de julho de 2011

II CICLO DE PALESTRAS DA AMARS



II CICLO DE PALESTRAS DA AMARS.

Dia 10/09/2011 
Horário: 09h00 às 17h30
Câmara Municipal de Porto Alegre
Av Loureiro da Silva, 255.
Salas 301 e 303


Porto Alegre/ RS 
 Evento gratuíto.

Público alvo: Pais, familiares, cuidadores, profissionais que trabalham na área da educação especial, área da saúde.
 
Dando seguimento aos nossos ciclos de palestras, vem aí o II Ciclo de Palestras da AMARS.

Contaremos com um rico grupo de palestrantes na área da nutrição, musicoterapia, genética, neuropediatria, terapia ocupacional, odontologia dentre outros.


 - Dra. Dânae Longo: Bióloga (UFRGS), Mestre e Doutora em Genética e Biologia Molecular (UFRGS)

- Alexandre Mauat: Possui graduação em Musicoterapia pela Faculdades EST (2007). Especialização em Transtornos do Desenvolvimento pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009). Atualmente cursa o mestrado em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Como Musicoterapeuta, possui experiência na área da educação especial e no atendimento a crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual, deficiência múltipla, autismo, desvios psicóticos, dependência química e problemas de aprendizagem
- Rita G. Cherutti : Nutricionista, Especialista em Psicologia e Comportamento alimentar, mestranda em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde pesquisa dieta e autismo.

Sócrates Salvador: Neuropediatra, mestrando em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde estuda autismo.

Dra.Adriana Gledys Zink: Cirurgiã-dentista – UMC desde 1994
Especialista em pacientes com necessidades especiais - APCD
Mestranda na Unicsul. Prof. Da Especialização de Pacientes com necessidades especiais da APCD / Colaboradora da Revista Autismo
Membro da Câmara técnica de pacientes especiais do CROSP
Dedicada ao estudo e condicionamento do paciente autista
Membro do movimento pró-autista
Vencedora do Prêmio orgulho autista Brasil 2011 em 2 categorias
Autora do livro : Autismo e odontologia ( Ed. Agbooks)

-Prof. Fernando Fernandes: graduado em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Feevale, Especialista em Educação Especial e educação Inclusiva pela Faculdade Internacional de Curitiba. Árbitro de Natação CBDA/FGDA e paraolímpico.Professor de educação Física da rede municipal de alvorada

-Vilson Bagatini: Formado em educação física, pedagogia –orientação educacional – técnicas esportivas e estimulação precoce. Curso mestrado em educação na Universidade de Paris – França.


- Dra. Viviane Costa de Leon: Terapeuta Ocupacional e Psicopedagoga
Mestre e Doutora em Psicologia do Desenvolvimento (UFRGS).

- Clarissa Alliati Beleza: Diretora Técnica da FADERS. Pedagoga Especial DI/Autismo Especialização em Ed. Esp. na perspectiva do AEE

CRONOGRAMA
08h credenciamento

08h45min abertura dos trabalhos

9h: O papel do neuropediatra na avaliação precoce do autismo. Sócrates Salvador

09h45min Avaliação genética de pacientes com autismo -Dra. Dânae Longo

10h30min: intervalo

10h45: Musicoterapia e Autismo – Alexandre Mauat

11h30min: Mitos e verdades sobre dietas e autismo, quais estudos estão realmente baseado em evidências? Rita G. Cherutti

12h Intervalo para almoço

13h30min  Abordagem lúdica do paciente no espectro autista para o tratamento odontológico Adriana Gledys Zink

15h30 min intervalo

16h  Mesa Redonda: Educação especial, esportes e inclusão

- A importância do esporte como contribuinte no tratamento de alunos portadores de deficiência  Professor Fernando Fernandes e Vilson Bagatini

 - Perspectivas na Inclusão de Estudantes com Transtorno Autista e Transtorno de Asperger. Dra. Viviane Costa de Leon

- O AEE como ferramenta de acesso à educação para alunos com autismo. Clarissa Alliati Beleza.

17h 30min Encerramento                              


Inscrições favor enviar e-mail para eventosamarsautismo@yahoo.com.br


Contamos com a sua presença!!! 
AUTISMO: Ajudem-nos a decifrar esse mundo.
AMARS- Associação de Pais e Amigos dos Autistas do RS.

 

terça-feira, 5 de julho de 2011

Dieta e Autismo



É com imensa satisfação que publicamos um artigo enviado para postagem em nosso blog, encaminado pela nutricionista Rita Cherutti, que é especialista em psicologia e comportamento alimentar, mestranda em saúde da criança e do adolescente  (UFRGS). 

Rita está entre os palestrantes do nosso II Ciclo de Palestras que acontecerá no segundo semestre de 2011.

Agradecemos a colaboração dessa nutricionista, profissional dedicada, competente  e comprometida em oferecer um estudo baseado em evidências e com embasamento científico.

DIETA E AUTISMO

Inicio este artigo com uma frase do livro O vendedor de Sonhos de Augusto Cury “Os que vendem sonhos são como o vento: você ouve a sua voz, mas não sabe de onde ele vem e nem para onde vai.”

E para não ser mais um “Vendedor de sonhos”é que dedico minha dissertação de mestrado e futura tese de doutorado ao estudo da influência de hábitos alimentares e sintomas neurocomportamentais e gástricos em crianças autistas, sendo que no Brasil ainda não possuímos nenhum estudo com critérios suficientemente relevantes que tenham investigado esta interação.

No mundo, seguindo os critérios necessários para ensaios clínicos que possam ser considerados confiáveis em nível científico temos apenas um estudo na Inglaterra com protocolo registrado em Plataforma internacional, ainda assim não é um ensaio duplo cego, como deve ser estes estudos, porém é um estudo reduzido em vieses, tornando-o uma fonte confiável para embasar futuras pesquisas. Ainda assim são necessários muito mais estudos seguindo criteriosa metodologia científica para afirmar ou não o quanto uma dieta pode ou não ser benéfica para melhorar sintomas do autismo, senão não passaremos de meros vendedores de sonhos, onde quem perde são as crianças portadoras de autismo.

Lembro não trata-se aqui do que é bom ou ruim, infelizmente o público leigo acredita em mensagens soltas ao ar, sem nenhum embasamento científico, desconfie se o artigo que vende sonhos está baseado em estudos sérios, se estes artigos foram indexados em revistas internacionais, como PUB MED, Cochrane entre muitos outros, se não estiver em nenhuma base confiável, desconfie, não compre este sonho.

Quero deixar claro que entendo que nenhum pai quer o mau de seu filho e no caso do autismo que ainda nos é uma doença com poucos estudos disponíveis, as vezes fica fácil apegar-se em vendedores de sonhos, eu lhes digo pais, estou pesquisando, esta pesquisa levará um total de pelo menos 6 anos para que possamos dizer aqui no Brasil quais foram os resultados destes estudos, em pelo menos 2 anos terei os primeiros resultados para divulgar. 

Neste momento o que posso lhes dizer que os estudos que temos  ainda são frágeis, ou não passam de revisão de literatura, sendo que estas revisões devem ter um critério muito rigoroso, no mínimo ser uma Meta análise, caso o contrário questione.
Finalizo dizendo que fico feliz que à nível mundial as pesquisas crescem, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul onde desenvolvo meu mestrado existem pesquisadores dedicados, onde estuda-se musicoterapia e autismo, genética e autismo, neuropediatria e autismo, a minha pesquisa que envolve dieta e pesquisa, porém somos pesquisadores, e devemos seguir o rigor científico confiado à nós para que para vocês não vendamos sonhos e sim evidências científicas, embasada em estudos controlados, que tenham sido avaliados por um Comitê de Ética, que tenha registro no SISNEP, depois de seguidos todos estes passos, possamos divulgar nossos resultados e realmente desejo que estes sejam para o bem dos portadores de autismo, sendo esta pesquisa positiva, ou seja confirmando os achados, ou negativa, que contrariem os achados da literatura, ainda assim, muito mais estudos serão necessários à nível de Brasil e mundo.  Principalmente no que se refere à Dieta e Autismo.

Rita Cherutti (Nutricionista, Especialista em Psicologia e Comportamento Alimentar, mestranda em Saúde da criança e do adolescente  (UFRGS).

A nutricionista Rita esta realizando um estudo, onde serão aplicados questionários sobre hábitos alimentares, comportamento entre outros. Esses questionários contribuirão muito com o trabalho da mesma e novas alternativas de tratamento para nossas crianças. Para a aplicação do questionário, será utilizada uma sala da pesquisa do HCPA. Entram no estudo crianças dentro do espectro autista, autismo clássico e asperger, entre 4 e 16 anos, que não apresentem concomitante outra patologia. Quem tiver interesse em contribuir, favor entrar em contato com amarsautismo@yahoo.com.br que enviamos o contato da nutricionista.

* créditos da foto: google imagens.
(http://www.wdicas.com/wp-content/uploads/2011/04/alimentos-para-uma-pele-bonita.jpg)

domingo, 3 de julho de 2011

Roque o Cabeleireiro que Encanta Autistas.



Há alguns anos atrás, Vânia, mãe de Luizinho, um jovem autista hoje com vinte e oito anos de idade, quando o mesmo era criança, procurou um cabeleireiro que tivesse paciência, dedicação e carinho com Luizinho, uma vez que o mesmo é autista clássico, tem seus maneirismos, e não aceitava de jeito algum que um cabeleireiro molhasse sua cabeça, colocasse o avental para cortar seu cabelo e era muito agitado. Para cortar o cabelo de Luiz era necessário tempo, paciência e dedicação, uma tarefa não muito fácil.

Para a felicidade de Vânia ( e também de Luizinho, claro) a mesma conheceu o cabeleireiro Roque, um ótimo profissional que corta não só o cabelo do Luizinho como de toda a sua família.

Desde a primeira ida ao salão, Luizinho deixou que Roque cortasse seu cabelo. Com muita paciência, carinho e respeitando o tempo do mesmo, Roque consegue deixar esse belo jovem autista, com um corte de cabelo bonito e sempre na moda!

Vânia vendo o resultado dos cortes de cabelo de Luizinho, a dedicação e paciência de Roque, não teve dúvidas em indicar o mesmo para várias mães de autistas que levam seus filhos até hoje ao seu salão, sendo todos muito bem atendidos e claro, com o cabelo bem cortado e bonito.

Roque atende na Rua Américo Vespúcio, nº 1225, Bairro São João, em Porto Alegre/RS. Para ser atendido pelo Roque, o cabeleireiro que encanta autistas, é só ligar para (51) 3342 7500 e agendar um horário.
Roque está no nosso projeto "Parceiros do Autismo". Para saber mais sobre o projeto, por favor procurar o post que conta detalhadamente como funciona esse nosso projeto .

Conheça o trabalho desse querido profissional, dedicado e amoroso com os autistas! Roque atende autistas e claro, não autistas também.

Que Deus siga sempre iluminado o caminho desse querido e amado cabeleireiro.